Quatro sinais de que você deve ir à consulta com alergologista

Quatro sinais de que você deve ir à consulta com alergologista

Dra Ligia Barbosa, médica alergologista do Hospital FOB

Uma das maravilhas do sistema imunológico é que ele consegue se defender contra invasores nocivos, como vírus ou bactérias. No entanto, essas defesas também podem ser muito agressivas com substâncias consideradas inofensivas, como poeira, mofo ou pólen. Nesses casos, uma consulta com alergologista é fundamental.

Algumas alergias podem não necessitar de tratamento, outras podem ser controladas com o uso de medicamentos. No entanto, por vezes, as alergias podem interferir em suas atividades do dia a dia ou diminuir sua qualidade de vida. Além disso, as crises não controladas podem até mesmo ser fatais.

Por isso, neste artigo, veja alguns dos sinais de que você precisa procurar um especialista em alergias. Acompanhe.

Quando ir a uma consulta com alergologista?

Geralmente, o alergologista, o especialista em alergias, realiza testes para determinar quais alérgenos estão gerando os sintomas. A abordagem mais eficaz para tratar uma alergia é evitar os fatores que desencadeiam a condição, e, mesmo quando não é possível evitar completamente os alérgenos, esse profissional pode ajudá-lo a diminuir a exposição a eles.

Mas, para isso, é preciso identificar os sintomas de uma alergia. Acompanhe, abaixo, os sinais mais comuns de que é hora de marcar uma consulta com alergologista.

1. Se você apresenta os sintomas frequentes de alergia

Se você sentir que está sempre ficando doente, com tosse ou congestionamento nasal, ou com manchas na pele, é hora de marcar consulta com alergologista. Muitas vezes, os sintomas das alergias se desenvolvem gradualmente, ao longo do tempo.

Os portadores de alergia podem se acostumar a sintomas frequentes, como espirros, congestão nasal ou chiado no peito. Com a ajuda de um especialista, esses sintomas geralmente podem ser prevenidos e controlados, proporcionando melhora na qualidade de vida.

2. Se remédios não fazem mais efeito

Muitas alergias são resolvidas com o uso de anti-histamínicos e descongestionantes, especialmente para aqueles casos que só apresentam sintomas ocasionalmente. No entanto, para alguns, os sintomas se tornam graves o suficiente ou duram o bastante para interromper a capacidade de se levar uma vida normal. Nesses casos, é preciso procurar um tratamento.

Você precisa buscar atendimento médico sempre que os medicamentos não fornecerem mais alívio nos sintomas, ou se você acabar tomando esses remédios por mais de duas semanas ou uma vez ou mais por semanas consecutivas. Geralmente, eles se destinam a uso no curto prazo porque, ao longo do tempo, começam a perder a sua eficácia e potencializar efeitos colaterais.

3. Se há sinais de asma

Se você ou algum familiar apresentar sintomas de asma, é importante agendar uma consulta com alergologista imediatamente.

Os sintomas da asma incluem tosse excessiva que pode incluir chiado, dificuldade em recuperar o fôlego e aperto no peito. A asma pode ser fatal se não for tratada, e as alergias podem agravar esses problemas.

4. Se há alimentos que lhe fazem mal

Para algumas pessoas, uma reação alérgica a determinado alimento pode ser desconfortável, mas não é grave. No entanto, para outras, uma reação alérgica a alimentos pode até mesmo ameaçar a vida.

Os sintomas de alergia alimentar geralmente se desenvolvem a partir de poucos minutos a duas horas após a ingestão de um alimento. Os sinais e sintomas mais comuns de alergia alimentar incluem coceira na boca, urticária, dificuldade para respirar, dor abdominal, diarreia, náuseas, vômitos, tonturas, desmaios e inchaços dos lábios, da face, da língua e da garganta ou outras partes do corpo.

Se suas alergias são relacionadas à comida, mantenha um diário alimentar, anotando os sintomas em relação ao que você come e busque orientação médica.

Controlar de forma eficaz a asma e outras alergias requer dedicação, comprometimento e paciência. Uma consulta com alergologista pode ajudar a criar um plano de tratamento de acordo com as suas necessidades. O objetivo será permitir que você leve uma vida normal e livre de sintomas quanto possível.

E você, já pensou em marcar uma consulta com alergologista?

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.